Prefeituras da Paraíba não anteciparão o 13º salário

dINHEIRO - Prefeituras da Paraíba não anteciparão o 13º salário

A maioria das prefeituras paraibanas não terá condições de antecipar o pagamento da metade do 13º salário para os servidores neste mês de junho. É o que afirma é o secretário executivo da Federação dos Municípios da Paraíba (Famup), Anderson Urtiga. Segundo ele, a entidade começou a fazer um levantamento junto aos prefeitos e verificou que, por enquanto, não há esta possibilidade por conta da redução de 24% no repasse dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) deste mês. A redução, conforme ressaltou o secretário, deverá levar boa parte dos que depende exclusivamente do recurso a ter dificuldades para manter a folha de pessoal em dia.

Urtigas revelou que por conta desta redução do FPM, 24 prefeituras, cujos nomes preferiu não revelar, estão com as contas zeradas. Ou seja, quando do repasse da primeira parcela, que ocorreu no último dia 10, foi efetuado o desconto automático dos repasses de 15% para saúde, 25% para educação, mais o percentual do INSS, ficaram sem nada. Outros seis municípios ficaram apenas com R$ 25 mil de saldo.

“Agora as prefeituras vão ter que aguardar o repasse previsto para os dias 20 e 30, para verificar se haverá condições antecipar o pagamento. Tudo vai depender da organização financeira de cada um”, comentou, ressaltando que a expectativa para os municípios 0.6, que são os menores, é que seja repassado R$ 128,3, no dia 20, e R$ 133 mil, no dia 30.

O prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB) disse que só vai ter uma posição sobre a antecipação do pagamento da metade do 13º salário na sexta-feira. Ele ressaltou que vem sendo uma tradição no município o pagamento da metade do 13º junto com mês de junho, dentro do mês trabalhado e de preferência antes do São João.

“Este ano, em virtude da crise e de uma série de obras que estamos inaugurando com recursos próprios, ainda não temos uma posição. Mas estamos trabalhando para isso”, comentou o prefeito.

Em Campina Grande, o prefeito Romero Rodrigues (PSDB), disse ontem, por meio de sua assessoria, que vai manter a tradição de pagar o 13º salário integral, no final do ano.

Estado ainda não sabe

Já o governador Ricardo Coutinho (PSB) informou que não se debruçou sobre as finanças e não sabe se antecipará o pagamento.

Fonte: Correio da Paraíba

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: