José Maranhão afirma que, sem Canal de Piancó, o Sertão ficará sem água

jose maranhao afirma que sem canal de pianco o sertao ficara sem agua - José Maranhão afirma que, sem Canal de Piancó, o Sertão ficará sem água

 

O Canal de Piancó, a BR 230 e o Porto de Cabedelo serão as prioridades da bancada da Paraíba no Congresso para a Lei de Diretrizes Orçamentárias 2020.

Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (3), deputados e senadores paraibanos definiram as três obras que deverão ser contempladas com emendas orçamentárias para a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020. A LDO direciona os recursos da União para investimentos em obras pública nos Estados. A bancada acatou sugestão do senador José Maranhão e definiu como primeiro item a construção do Terceiro Eixo da Transposição do rio São Francisco, o Canal de Piancó, para levar água ao Sertão da Paraíba.
O senador José Maranhão vem lutando nos últimos anos para que o Terceiro Eixo da Transposição seja uma prioridade da bancada paraibana. Para ele, há uma necessidade premente da obra. “Se o Canal de Piancó não for concluído, vai faltar água no Vale do Sabugi e nas regiões de Espinharas e Piancó. Isso inclui o abastecimento de Patos, a maior cidade do Sertão, com 120 mil habitantes”, destacou o senador.

As outras duas emendas da Bancada da Paraíba para a LDO 2020 contemplarão a continuidade da duplicação da BR 230, de Campina Grande à Praça do Meio do Mundo, e o projeto para viabilizar a dragagem e navegabilidade do Porto de Cabedelo. O senador José Maranhão elogiou a escolha das três obras pelos parlamentares paraibanos. “São projetos de sobrevivência para a Paraíba”, afirmou.

O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) é encaminhado pelo Poder Executivo ao Congresso Nacional em abril. O texto deve ser aprovado pelos deputados e senadores antes do recesso parlamentar do meio do ano, que começa em 18 de julho.

Com a LDO, o Governo estabelece as metas, diretrizes e prioridades da administração pública federal, como as obras e os serviços mais importantes a serem realizados no ano seguinte.

 

 

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: