Extremotec apoia formação sobre Blockchain promovida por empresa filiada

extremotec apoia formacao sobre blockchain promovida por empresa filiada - Extremotec apoia formação sobre Blockchain promovida por empresa filiada

João Pessoa- A sede do Polo Extremo Oriental das Américas (Extremotec) receberá o WIV Especial Blockchain, um minicurso disponibilizado pela empresa Vsoft Tecnologia para os seus funcionários com o objetivo de capacitar sua mão de obra interna. A formação, que será ministrada por Eduardo Falcão, Drº. em Blockchain, acontecerá em duas partes, uma neste sábado (23) às 8h30 e a segunda no próximo dia 27, a partir das 17h.

Na primeira parte, os organizadores do evento trazem o tema “Blockchain: Conceitos e Aplicabilidade” com o objetivo de fazer os funcionários entenderem o porquê da blockchain ser imutável, auditável e transparente. “Vamos tomar como exemplo a blockchain do Bitcoin. Em seguida, desmistificaremos seu funcionamento, mostrando os aspectos básicos de uma blockchain (inclusive com implementação própria). Depois discutiremos sobre a blockchain do Ethereum, apresentando os contratos inteligentes”, afirma Daniel Targino, um dos sócio da Vsoft e presidente do Extremotec.

 É a primeira vez que o Extremotec recebe um evento promovido por um dos seus filiados. Para Targino, a intenção é que eventos como este aconteçam em maior número tanto para o público interno como para o público geral. “Preciso dizer que o Extremotec é baseado em três pilares: integração, capacitação e fomento. Diante disso, com estes momentos de capacitação, estamos inseridos em pelo menos dois pilares, o da capacitação e da integração. Somos 65 empresas filiadas, é um mundo de conhecimento a ser trocado”, afirma Daniel.

A segunda parte do evento, que acontece no próximo dia 27, tem como temática “Hands-on: Ethereum development”. A ideia é apresentar detalhes técnicos na criação de contratos inteligentes e discutir possíveis casos de uso, exemplificando como seriam solucionados. Em outro momento, será implantado um contrato inteligente em uma blockchain de testes do Ethereum e mostrado como acontece a interação com ele através de uma aplicação desenvolvida em Python.

Sobre o Extremoteca

Localizado na cidade de João Pessoa, abraçando o ponto mais oriental das Américas, o Farol do Cabo Branco, o Polo Extremo Oriental das Américas (Extremotec) é um polo tecnológico pensado para atender a vocação de mercado de João Pessoa com extensão para todo o Estado.

A estrutura de funcionamento do Polo é oriunda de um modelo conhecido mundialmente por Hélice Tríplice, envolvendo governo, iniciativa privada e academia, presente em toda base de construção de iniciativas de inovação em todo o mundo. Ele funciona baseado em um tripé fundamentado em capacitação, integração e fomento no setor de Tecnologia da Informação (TI) além de fomentar a Economia Criativa (EC).

O Extremotec oferece um ambiente que incentiva novos negócios e estimula o desenvolvimento de startups, atraindo indústrias e empresas da EC. O Polo também atua no apoio a projetos de ensino, pesquisa e extensão com ênfase em ciência e tecnologia. Teve seu marco inicial com mais de 65 empresas membros, com e sede própria, às margens da BR 230, em uma localidade próxima aos representantes do tripé administrativo do Polo, as universidades, o governo municipal e a iniciativa privada. A sede comporta também a Secretaria de Ciência e Tecnologia do município (Secitec).

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: