Ambulantes voltam a protestar e, novamente, bloqueiam ruas do Centro de João Pessoa

ambulantes voltam a protestar e novamente bloqueiam ruas do centro de joao pessoa - Ambulantes voltam a protestar e, novamente, bloqueiam ruas do Centro de João Pessoa

Código de Postura de João Pessoa não permite que ambulantes fechem calçadas da Capital; eles deverão ser instalados em outros locais. Após protestos ocorridos nessa quarta-feira (11), ambulantes voltaram a fazer manifestações com interdição de via no Centro de João Pessoa nesta quinta-feira (12). Eles seguem insatisfeitos por terem sido removidos de calçadas da área central da cidade, onde a prefeitura proíbe que as passagens de pedestres sejam fechadas pelos vendedores. De acordo com a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP), todos os bloqueios foram desfeitos por volta das 10h.

Segundo a Semob-JP, no movimento desta quinta os manifestantes fecharam a via no cruzamento entre o Parque Solon de Lucena e a Avenida Miguel Couto. Cerca de 50 pessoas participaram da ação. A Polícia Militar e agentes de mobilidade compareceram ao local e o trânsito foi desviado no cruzamento entre as avenidas Getúlio Vargas e Tabajaras, seguindo todo o fluxo para a Avenida Eurípedes Tavares; e entre as avenidas Getúlio Vargas e Princesa Isabel. Com o fim das interdições, os desvios também foram encerrados.

Esta foi, pelo menos, a quinta vez neste ano que os ambulantes protestaram pelos mesmos motivos, em diferentes pontos de João Pessoa. Eles reclamam que não têm local para trabalhar e que precisam ficar em áreas de grande movimento da cidade para que consigam vender. Segundo os ambulantes, a prefeitura estaria tentando removê-los de locais movimentados para outros onde a rentabilidade do trabalho seria afetada.

Os ambulantes também dizem que ainda não foram recebidos para debater o tema com o secretário Zennedy Bezerra, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), e seguem reivindicando esse encontro.

O que diz a Sedurb

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) disse nesta quinta (12) que reafirma o compromisso de garantir o passeio público do pedestre e o cumprimento da legislação municipal. Além disso, negou que não esteja recebendo os ambulantes para discussões sobre a situação.

“A pasta reitera que tem recebido os comerciantes informais da capital e analisado cada caso em particular. Nessa quarta-feira (11), inclusive, o secretário Zennedy Bezerra recebeu em seu gabinete o Sindicato de Ambulantes de João Pessoa (SindAmbulantes) e outros membros que, juntos, representavam 46 vendedores. O diálogo tem ocorrido desde o início das ações da Pasta.”

A Sedurb esclareceu ainda que que a ação que teve início na manhã dessa quarta (11) é contínua e pacífica.

“Os agentes da Sedurb, em parceria com a Guarda Municipal, estão ocupando as calçadas, evitando apreensão de mercadoria. O objetivo é desocupar as calçadas das Avenidas Duque de Caxias, Visconde de Pelotas e Miguel Couto, desobstruindo o passeio público do pedestre e assegurando a acessibilidade no local. O trabalho coordenado pela Sedurb também visa colaborar com a segurança pública na área, uma vez que o aglomerado de pessoas e estruturas nas calçadas, estava facilitando ações criminosas no local”.

As ações partem do que é imposto em Código de Postura elaborado pela gestão do Município. O Código tem 49 páginas e estabelece várias regras para a situação das calçadas.

 

 

Fonte: Portal Correio

Foto: Alisson Correia/Portal Correio)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: