Notícias da Paraíba, Brasil e do Mundo Sobre Política, Esportes, Saúde, Entretenimento, Religião, Ecoônomia, Dinheiro!

João Pessoa 17 de outubro de 2017   15:27

Presidente do Crea-PB recebe homenagem durante 19º CONEST

Postado em: 23 set 2017  | 0:19:21

Nesta semana, João Pessoa sediou o 19º Congresso Nacional de Engenharia de Segurança do Trabalho-CONEST, promovido pela Associação Nacional de Engenharia de Segurança do Trabalho (ANEST), Associação de Engenheiros de Segurança do Trabalho (AEST-PB) e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Paraíba (CREA-PB), com  o apoio de diversas entidades. O evento promoveu vários debates e reflexões sobre a segurança do trabalho, contando com a participação de nomes reconhecidos nacionalmente na área, entre engenheiros, peritos, auditores e juízes.

Em três dias de encontro, de 20 a 22 de setembro, os congressistas participaram dos cursos Gestão da Engenharia de Segurança do Trabalho e Perícia Trabalhista. E dos painéis Gestão para aplicabilidade da NR-35 (painel 1); Boas práticas de engenharia de segurança do trabalho (painel 2); Acidente de trabalho: uma análise em perícias de engenharia forense (painel 3); a NR-12 e sua aplicabilidade (painel 4); Terceirização, reforma trabalhista e sua interface com a engenharia de segurança do trabalho (painel 5); O ensino da engenharia de segurança do trabalho no Brasil (painel 6); Fórum permanente de engenharia de segurança do trabalho (painel 7) e Equipamentos, monitoramentos e avaliação de agentes químicos no ambiente (painel 8).

Durante o encerramento, foram realizadas homenagens a profissionais que contribuíram para a Engenharia de Segurança do Trabalho a nível estadual e nacional. Giucélia Figueiredo, presidente do Crea-PB, foi uma das homenageadas. A entrega foi feita pela presidente da Aest-PB, Maria Aparecida Estrela, anfitriã do evento. Emocionada, a presidente do Conselho agradeceu a honraria. “A Segurança do Trabalho tem a ver com a vida das pessoas. Eu coloquei toda a minha trajetória como gestora à disposição da melhoria da qualidade de vida da população paraibana”, contou. Para Giucélia as entidades da Engenharia devem cobrar políticas públicas efetivas em relação à segurança do Trabalho, tratando o assunto como política de Estado, e não de governos. “O sistema Confea/Crea e entidades precisam dialogar com o mundo real, e o mundo real ainda é este com índices alarmantes de acidentes de trabalho, de desmonte dos direitos dos trabalhadores”, disse Giucélia.