Notícias da Paraíba, Brasil e do Mundo Sobre Política, Esportes, Saúde, Entretenimento, Religião, Ecoônomia, Dinheiro!

João Pessoa 12 de dezembro de 2017   20:24

Fórum de Gestoras repudia agressões à prefeita de Conde

Postado em: 15 nov 2017  | 16:35:15

O Fórum Estadual de Gestoras de Políticas para Mulheres da Paraíba divulgou na tarde desta quinta-feira um documento em que a entidade se solidariza com a prefeita de Conde Márcia Lucena que sofreu no último final de semana atos de violência expressos em forma de discursos discriminatórios nas redes sociais e nos meios de comunicação pelo ex-prefeito Aluízio Régis”. As mulheres integrantes do Fórum advertem para o fato de que atitude do político legitima a violência de gênero.

“Repudiamos a utilização do espaço da rádio comunitária, a qual tem responsabilidade jurídica e social, para a promoção da cultura do ódio e da incitação de crimes contra as mulheres”, afirmam as signatárias do documento referindo-se ao posicionamento da rádio Jacumã FM que veicula reiteradamente o discurso de ódio do ex-prefeito de Conde.

No documento, elas afirmam que “Márcia Lucena vem enfrentando publicamente ataques violentos e misóginos que ferem os direitos humanos e a sua dignidade assim como as mulheres que compõem a sua equipe de trabalho, com abordagens discriminatórias relacionadas à sua condição de mulher. São atitudes de desrespeito e de violência veiculadas abertamente pelas mídias, assim como em diversos espaços sociais”.

No documento, as gestoras informam que “somos um Fórum Estadual, composto por 50 gestoras de políticas para as mulheres dos municípios paraibanos que, atuamos cotidianamente para proteger as mulheres e seus filhos, em situação de violência, inclusive com risco iminente de morte”, e que por isso “Alertamos que os insultos discriminatórios à prefeita Márcia Lucena, a partir do seu lugar de gestora pública e profissional, estimulam e reforçam uma conjuntura onde asmulheres são desqualificadas e aviltadas, legitimando a violência de gênero. Repudiamos,assim, todas as formas de violência contra as mulheres, sejam físicas, patrimoniais, psicológicas, sexuais, morais, entre outras”.