Policiais invadem velório para desbloquear celular de morto

Mundo

Uma decisão inusitada de policiais da Flórida, nos Estados Unidos, chamou a atenção e gerou críticas de muitos cidadãos no país. De acordo com o jornal Tampa Bay Times, dois oficiais invadiram um velório na tentativa de desbloquear o celular do morto usando suas digitais.

A polícia apareceu na funerária onde aconteceria o velório de Linus Phillip e tentou fazer com que a família permitisse a tentativa de desbloqueio do dispositivo pela impressão digital. Segundo a  espoa de Phillip, eles disseram que a medida iria ajudar em uma investigação caso. “Nunca me senti tão desrespeitada e violada”, declara Victoria Armstrong.

“Eles tentaram desbloquear o telefone levando as mãos do corpo até o sensor de impressões digitais do telefone”, explica a família, em um comunicado.

Entenda

Linus Phillip foi morto por um policial em março, depois de ser abordado enquanto enchia o tanque de seu carro em um posto de gasolina. De acordo com os agentes, ele estava utilizando uma película ilegal nas janelas e seu veículo tinha “cheiro de maconha”. O policial que atirou no homem afirma que ele tentou fugir e seu braço ficou preso no carro.

Polícia

Os policiais afirmam que o acesso ao smartphone seria importante para a investigação sobre sua morte e para um caso relacionado ao tráfico de drogas.

Nos Estados Unidos, autoridades precisam de um mandado para vasculhar um dispositivo, desde que ele não permita o desbloqueio via impressão digital, já que a coleta das digitais ou amostra de DNA pode ser feita sem um pedido legal.

 

 

 

Fonte: Yahoo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *